Pedras Boroas

by | 29 Mar, 2019 | Douro Litoral, Insólito, Lendas, Províncias

Monumentos

Natureza

Povoações

Festas

Tradições

Lendas

Insólito

Broas de pedra que parecem broas de milho. Assim se resumem as Pedras Boroas. Estão à disposição do olhar no Arouca Geoparque.

As Boroas da Serra da Freita

Aquelas que são também conhecidas por Pedras Boroas do Junqueiro isolam-se na ríspida Serra da Freita, quando esta resolve aplanar, lá em cima.

Distinguem-se por terem uma superfície que lembra a côdea de uma broa de milho e assim as resolveram chamar: boroas. São evidentes as fissuras de forma poligonal que foram picando a pedra por esses escultores imortais: a água e a o vento, aliados à discrepância térmica e à química dos elementos. Pormenores técnicos que se podem sintetizar desta forma: tanto lá se bateu que agora as rochas se assemelham a um pão gris, abandonadas num planalto que expele a presença humana, onde pouco mais há além de cascalho, turfeira, urze, tojo, e uma ou outra espécie corajosa como o melro-das-rochas, a libélula ou o fura-pastos…

Apesar do seu chão ser terra inóspita, estão georreferenciadas e é bastante fácil dar com elas – tal como acontece com uma outra curiosidade pétrea logo ali ao lado, as Pedras Parideiras.

Estranho é não haver qualquer lenda que lhes esteja associada, pelo menos de meu conhecimento. Raramente o povo deixa escapar uma destas. Mas aconteceu. Só prova que por aquelas paragens estamos realmente distantes da vida comunitária.

Arouca – o que fazer, onde comer, onde dormir

Arouca faz-se valer do seu belo Geoparque, delimitado em torno da Serra da Freita, esse manto de rochas históricas de onde saíram as famosas Pedras Parideiras ou as menos célebres Pedras Boroas.

Mas o reino de Arouca não é feito exclusivamente de penedos. A cascata da Frecha da Mizarela é inesquecível, bem como a lindíssima aldeia de Drave (agora entregue aos escuteiros mas visitável a qualquer hora do dia) ou o inopinado Portal do Inferno. Conseguindo intercalar estes pontos com a tradicional refeição local - baseada quase sempre na Carne Arouquesa, mormente a sua versão em posta -, faz-se um par de dias perfeito.

Teremos tudo isto bem ao nosso alcance caso nos alojemos numa das várias ofertas hoteleiras que existem (e se recomendam) por lá: a Quinta do Pomar Maior (em pleno parque, com quartos e casas que aliam a modernidade à tradição, e um excelente pequeno-almoço); a Cabanelas Country House (já no concelho de Vale de Cambra, na bonita aldeia de Cabanelas - pode ser alugada ao quarto ou a casa inteira); ou a Quinta do Rossado (quartos com
kitchenette num formoso terreno serrano).

Veja em baixo mais ofertas perto de Arouca:

Mapa

Coordenadas de GPS: lat=40.86738; lon=-8.26148