Dia dos Idades

by | 15 Fev, 2021 | Agosto, Beira Alta, Festas, Províncias, Tradições

Monumentos

Natureza

Povoações

Festas

Tradições

Lendas

Insólito

O Dia dos Idades é uma festividade profana que acontece todos os anos em Figueira de Castelo Rodrigo, a meio do mês de Agosto.

A origem do Dia dos Idades

Começou como um evento de camaradagem entre os jovens que iam juntos à inspecção militar – o ir às sortes, como se dizia na altura, ficando os rapazes então a saber se estavam elegíveis ou não para a Guerra Colonial. Depois da guerra, os homens de Figueira de Castelo Rodrigo – mais concretamente os da geração de 1949, boa parte deles a viverem longe dali – começaram a juntar-se num dia do ano para relembrarem histórias e cimentarem amizades.

Tendo em conta que a ida à inspecção tinha como critério a chegada a determinada idade, os grupos que festejavam este dia caracterizavam-se, naturalmente, por uma certa homogeneidade etária.

A mobilização foi grande desde a primeira hora, e veio em crescendo, mesmo bastantes anos depois do fim da guerra e do regime. O poder municipal acabou por ver naqueles ajuntamentos de ex-combatentes um bom trunfo de promoção ao concelho, adaptando-os a uma nova realidade, e integrando novas gerações que já nada têm que ver com o Ultramar ou sequer com o serviço militar.

O Dia dos Idades de hoje

Actualmente, o Dia dos Idades pode ser de qualquer um, tendo ou não passado pela tropa. A única exigência é que quem entra tem de se integrar no grupo com quem partilha o ano de nascimento – e as faixas etárias são bastante diversificadas, podendo haver grupos de jovens ou de gente preparada para a reforma.

Habitualmente, estes grupos equipam-se com uma t-shirt reveladora da sua idade – eu, por exemplo, integraria a trupe de 1982. O dia é passado como qualquer dia de festa deve ser passado, em alternância entre comida e bebida.

Há uma recepção formal aos Idades (isto, aos grupos de amigos que celebram a data), normalmente no Pavilhão dos Desportos, e a pândega prossegue depois no Largo Serpa Pinto onde há concertos noite fora.

Figueira de Castelo Rodrigo – o que fazer, onde comer, onde dormir

É simples: a primeira coisa a fazer no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo é visitar a povoação-fortaleza que é Castelo Rodrigo, um baluarte fronteiriço que só encontra paralelo em Elvas ou Valença.

Fazendo o check no elementar, podemos ir aos restantes pontos de interesse, que são tantos: a Serra da Maroca e o seu Cristo-Rei a abençoar o vale, o rio Douro já domado que passa por Barca d'Alva, as Arribas de Santo André coladas a Espanha, a Torre das Águias ou de Almofala de carácter lendário. Indo no pico do Verão, em Agosto, aproveite-se para visitar a sede de concelho no Dia dos Idades.

As melhores refeições fazem-se na Cerca, com cozinha tradicional, e no Saborearia, espaço de muito bom gosto com dias de música ao vivo. Para dormir, o histórico Convento d'Aguiar, transformado em hospedaria, e cuja fundação deve ter cerca de mil anos, e a Casa da Amendoeira, dentro da aldeia histórica de Castelo Rodrigo, são de excelente serviço.

Mais ofertas para hotéis e casas de campo em Figueira de Castelo Rodrigo podem ser vistas em baixo:

Mapa

Coordenadas de GPS: lat=40.89171; lon=-6.96422