Monumentos

Natureza

Povoações

Festas

Tradições

Lendas

Insólito

O leva-leva é um cântico de trabalho usado pelos pescadores algarvios nas horas da pesca, sobretudo a da sardinha.

O embalo do Leva-leva

É entoado a várias vozes embora haja uma que parece comandar as restantes – por vezes há a sugestão de o líder estar a fazer uma pergunta e os restantes pescadores a responder-lhe. Há qualquer coisa de ancestral quando o ouvimos, dado o seu carácter ofegante, a seguir os movimentos dos pulmões e da respiração, chegando a atingir um registo que está próximo do bárbaro ou do bélico.

Tem como objectivo, além do habitual gesto de camaradagem que é o canto em comunhão, instigar e pautar e coordenar os movimentos usados pelos pescadores na recolha das pesadas redes de pesca de volta para as traineiras, já com o peixe a reboque – daí poder durar mais de uma hora a ser cantado, sem pausas nem descansos. Pode ainda ser ouvido, se tivermos a sorte de nos deixarem entrar nesses quase impenetráveis grupos de pessoas que são os dos homens da faina meridional, nos portos mais importantes da costa sul portuguesa, dando especial destaque ao de Portimão, esse inigualável caos urbano da pesca algarvia.

Numa toada mais experimental, a banda Gaiteiros de Lisboa dedicou uma canção a este produto do trabalho do extremo sul português, dando ao tema o preciso nome de “Leva-leva”.

Michel Giacometti e Fernando Lopes-Graça recolheram um Leva-leva junto a Portimão que partilhamos em baixo e que pode ser ouvido na compilação “Música Regional Portuguesa”.