Cadeira de São Gens

O Miradouro de Nossa Senhora do Monte tornou-se um ponto alternativo de visita turística.

Não sendo tão famoso como o Miradouro da Graça, mais abaixo, ou como o Miradouro de Santa Catarina, na colina oposta, acaba por beneficiar pelo silêncio que proporciona a quem lá passa, deixando Lisboa falar por si – de lá vemos o Castelo de São Jorge e todo o vale entre a colina da Mouraria e a colina do Príncipe Real.

No entanto, o que mais aguça a curiosidade da Senhora do Monte é o que se esconde dentro da Capela que lá foi construída (e reconstruída no pós-terramoto). Uma cadeira, atribuída a um bispo, que assume funções deveras estranhas. A Cadeira de São Gens.

A Cadeira de São Gens é mais uma pedra misteriosa de um Portugal também misterioso – ali se sentam mulheres a pedirem sorte para o parto que estão à beira de ter

Monte Sacro

Primeiro que tudo, vamos ao que aqui nos rodeia, porque isso importa.

Acontece amiúde. Em qualquer elevação onde a vista alcança mais do que é normal, o homem dá-lhe cantamentos, que poderão variar consoante a religião, mas que na raiz do acto representam sempre o mesmo: a Divinização daquilo que os humanos vêem como belo. E os montes, enquanto elevadores para os céus, aproximando os mortais dos Deuses, foram provavelmente o objecto de maior devoção à natureza que o homem praticou.

Como tal, a Senhora do Monte não é excepção. Que aquele cerro é tido como sagrado pelos antigos lisboetas – os novos sabem lá o que isso é -, não parece haver grande dúvida. Aliás, o nome não nos deixa sequer pensar noutra coisa, quando vai buscar uma Senhora para dar alcunha ao morro – há mais Senhoras do Montes, acrescente-se, e não nos devemos esquecer da aldeia de Monsanto, que advém da contracção dos termos Monte Santo.

Dali do cimo, todo o ocidente alfacinha fica aberto, com o final do Tejo lá ao fundo, a dissolver as águas doces nas salgadas. Vemos Almada a sul, e até a silhueta da Arrábida, em dias bons, é atingível. À nossa frente, outras colinas que Lisboa tem contam-se facilmente. E para a norte, a vista é escancarada, deixando toda a urbe aos pés de quem ali respira.

Um dos Miradouros mais procurados por pares de namorados - o Miradouro da Senhora do Monte

A Cadeira de São Gens

Entrando na pequena capela que encima esta cúpula natural do Bairro da Graça, vemos uma porta em madeira num canto. Dá a entender que esconde alguma coisa de importante. Abrindo-a, encontramos este esquisito assento, feito em mármore, já desgastado por tantas mulheres que lá vão fazer dele amuleto.

Deram-lhe o nome de Cadeira de São Gens. Acorrem ao sítio mulheres grávidas, que, segundo a tradição, lá se sentam para que tal acto dê sorte ao seu parto. Diz-se que toda a rapariga à espera de dar à luz tem o nascimento do seu filho facilitado depois de passar uns minutos acostada a este banco de pedra. Vêm de vários pontos da Estremadura e Ribatejo. Muitas retornarão depois, já com os bebés ao colo, tornando a sentarem-se como forma de agradecimento à benzida cadeira.

Trata-se de um rito profilático, semelhante ao que podemos observar em outras pedras misteriosas que se vão contando por este país fora – lembramos, por exemplo, que na antiga Fonte de São Pedro, em Rates, era costume as mulheres sentarem-se numa pedra furada com o intuito de se tornarem férteis.

De onde vem tal trono não sabemos exactamente – é certo que, antes, se encontrava no exterior, e que só depois foi trasladado para o interior da ermida.

O seu nome parece ter sido dado posteriormente, como forma de cristianizar um ritual pagão. Conta-se que para isso ajudou o facto de se dizer que São Gens teve nascimento difícil, causador da morte da sua mãe. Não deixa de ser relevante dizer, por outro lado, que São Gens é padroeiro dos agricultores e alvo de evocação no combate à secura dos campos, o que faz dele um santo intimamente ligado à fecundidade da terra, provavelmente substituto de uma antiga Deidade ligada à abundância dos campos, e portanto conivente com o poder fecundo da cadeira a que entregou nome.

Mais recentemente desenvolveram-se novos pedidos de quem se senta neste banco de mármore. Passou a servir vários propósitos de boa fortuna, não apenas ligados à fecundidade – li numa entrevista que até estudantes já lá vão pedir ajuda para os exames. Uma modernize que desvirtua o significado de algumas pedras vivas de um Portugal que teima em guardar mistérios.

Mapa e Coordenadas de GPS: lat=38.719588 ; lon=-9.132414

Comentários

(262 Posts)

Um tipo que não desiste de dar a conhecer aos portugueses um país que eles mal conhecem: Portugal.