Ermida da Memória

by | 19 Jul, 2014 | Alto Alentejo, Lugares, Monumentos, Províncias, Religiosos

Monumentos

Natureza

Povoações

Festas

Tradições

Lendas

Insólito

Uma ermida a sublinhar um promontório sagrado, história que se repete vezes sem conta em Portugal e que evidencia todo o plano de cristianização da península.

A lenda da Ermida da Memória

É sabida a propensão dos cabos do mundo para inventarem milagres que lhes cubram o seu carácter sagrado e pagão com verniz cristão. O Cabo Espichel não é excepção, e, mais uma vez, aqui também há relatos de aparições de uma Virgem, tal como em muitas outras falésias sobranceiras ao mar – a Senhora da Nazaré que salvou Fuas Roupinho junto ao Sítio; a gruta que acolhe uma imagem de Maria na península da Papôa, em Peniche; a aparição de Senhora da Hora em Lagoa; ou a Senhora que alimenta um miúdo no Cabo da Roca.

Conta-se que pescadores vindos das praias da Caparica – mais tarde acrescentou-se nova versão adicionando pescadores de Alcabideche, alargando a influência aos saloios alfacinhas – avistaram uma imagem de Nossa Senhora sentada numa mula, e que esta trepou e carregou Maria até ao cimo da falésia, onde ficou, edificando-se aí este pequeno monumento poucos metros a Oeste do santuário. A pedra trepada passou assim a chamar-se Pedra da Mua, sendo mua, de acordo com a tradição popular, uma corruptela da mula que ajudou Maria na escalada.

Serviu isto como pretexto a que aqui se agendassem círios (as peregrinações da Estremadura) vindos da margem norte e da margem sul do Tejo, embora seja praticamente certo que estes rituais já fossem antes feitos, com roupagens menos católicas.

Monumento da Ermida da Memória

O monumento da Ermida da Memória, esse, data do século XV e é de uma elegância leve e equilibrada, numa arquitectura que popularmente associamos à árabe, de planta quadrada e cúpula em curva e contra-curva, bem recortada no fundo atlântico que se põe a ocidente.

O interior contém azulejos com a história e todo o folclore em redor da Ermida.

Deslumbrante é o que se passa em seu redor: a arriba que se afunda a pique no Atlântico, o mar sem fim a que a vista não consegue escapar, e todo o Santuário do Cabo Espichel harmoniosamente esculpido numa falésia de vento e pedra.

Sesimbra – o que fazer, onde comer, onde dormir

Sesimbra é, com possível discussão, o concelho de Portugal com as praias mais secretas do país. As arribas que, no seu extremo poente, nos levam até ao Cabo Espichel, à sua Pedra da Mua, e à sua Ermida da Memória, ocultam muitos areais de difícil acesso que nem no pico do Verão sofrem de excesso de visitas. Assim são praias como a de Rebenta Bois, a da Foz, a do Ribeiro do Cavalo ou a da Baleeira, entre outras. Havendo vontade para percorrer mais uns quilómetros, a recompensa chega assim que pomos os pés na areia. Para ficar perto de todas elas, a Quinta do Miguel, na Aldeia do Meco, disponibiliza quartos e villas ao gosto de todos. Igualmente perto e também aconselhável é o Casal do Frade, com nove quartos em paredes de madeira a um passo dos jardins da quinta.

A vila de Sesimbra, caso se pretenda aliar a movida à proximidade da praia, tem várias hipóteses (atenção com as marcações pois nos meses estivais tendem a ficar lotadas). Das várias alternativas, destacamos o Cali Luxury Suites Bed & Breakfast, um B&B encostado à Praia da Califórnia, do lado oriente da vila.

A parte Oeste da Serra da Arrábida fica também incluída dentro das fronteiras do concelho e conta com dois grandes refúgios: a Casa de Calhariz (um lindíssimo palácio do século XV que Alexandre Herculano chegou a visitar) e a Senhora do Cabo Meco Homy Holidays (com três quartos de imaculada brancura e uma vila com piscina privada).

Para comer – sobretudo marisco – temos dois poisos míticos como a Casa Mateus e o Rodinhas.

Veja em baixo mais ofertas perto de Sesimbra:

Mapa

Coordenadas de GPS: lat=38.42087 ; lon=-9.21652