Castelo de Paderne

Pouco a sul de Paderne, quando a Ribeira de Quarteira, contornando um cabeço, desenha um cotovelo a apontar para Oeste, apresenta-se ao país este árido monumento chamado Castelo de Paderne, a que também deram o nome de Castelo de Almóada, cuja origem vem desde os tempos dos Cónios e Lusitanos (mais os primeiros que os segundos), ou seja, anterior à data em que pessoal de Roma teve o sonho do Império Mediterrânico. O look actual, contudo, remete-nos para tempos posteriores: altura em que, depois da invasão moura, estes se viram obrigados a construir uma segunda linha de defesa para fazer face à reconquista cristã, usando maioritariamente taipa como material de solidificação do forte, daí este aspecto de cor ferrugenta que não é caso único em terras algarvias, como se pode bem ver no Castelo de Silves. Uma vez lá dentro, encontramos uma cisterna comunitária, ruínas de uma zona habitacional, cemitério e capela.

O castelo andou, durante algum tempo, a ser disputado entre os dois exércitos religiosos que se guerreavam na península. No século XIII a conquista tornou-se definitiva para o lado cristão,com a ajuda de D. Paio Peres Correia, homem que ajudou também na conquista de Sevilha.

Mais do que todo este paleio dado atrás, o Castelo de Paderne é conhecido por ser um dos sete que figuram na bandeira nacional

Terminada a sua missão como ponto estratégico de defesa, os seus habitantes de lá saíram e instalaram-se em terrenos mais propícios ao trabalho da terra e do gado, concentrando-se na que é agora a povoação de Paderne. Deixado ao abandono em vivência, o castelo não se libertou das lendas populares, sendo comum estar ligado às mouras encantadas, provavelmente os seres místicos mais famosos em Portugal, e à ligação que existiria entre a ribeira e o forte através de um corredor secreto. Crê-se ainda que, aquando da expulsão dos sarracenos, alguns destes mantiveram os seus espíritos vivos nos subterrâneos do castelo, audíveis pela actual cisterna, e que dali só saem ao meio dia ou à meia noite.

Mapa e Coordenadas de GPS: lat=37.157161 ; lon=-8.200323

Comentários

(264 Posts)

Um tipo que não desiste de dar a conhecer aos portugueses um país que eles mal conhecem: Portugal.