5 estranhas tradições portuguesas que provavelmente desconhecias

 

tradiçao-da-rocha-dos-namorados

Rocha dos Namorados

Perto de Reguengos de Monsaraz há um estranho menir em forma de cogumelo para onde as mulheres solteiras locais correm quando a Primavera chega. Para quê? Para, viradas de costas, lhe atirarem pequenos pedregulhos, com o objectivo de que, pelo menos um, se aguente no topo da rocha e por lá fique. Qual a razão por que o fazem? Saber quanto tempo têm de esperar até ao casamento – cada pedra falhada aumenta um ano a espera.

Ler mais aqui

 

 

tradição-do-bananeiro-de-braga

Bananeiro de Braga

Em Braga, a noite de natal não começa sem isto: um moscatel de Setúbal e uma banana. Tudo acontece na Rua do Souto, na zona histórica desta cidade minhota, destino de todos os Bracarenses na noite de 24 de Dezembro.

Ler mais aqui.

 

 

tradição-do-calão-minderico

Calão Minderico

Em duas vilas portuguesas coladas à Serra de Aire, fala-se uma língua com pouco mais do que uma centena de falantes. Chama-se minderico ou, usando a língua original, piação dos charales do Ninhou. Tem direito a dicionário e tudo. Como pequena introdução, sempre que quiser dizer que algo é caro, diga isto: didi no neto.

Ler mais aqui.

 

 

tradição-das-pedras-parideiras

Pedras Parideiras

Na Serra da Freita há pedras que fazem parir outras pedras – um fenómeno geológico apenas existente em mais um país do mundo, a Rússia. Mas cá, as povoações locais guardam as pedras-filhas e escondem-nas debaixo das suas almofadas de cama com o intuito de se tornarem mais férteis.

Ler mais aqui.

 

 

tradições-da-festa-da-cabra-e-do-canhoto

Festa da Cabra e do Canhoto

Na noite mágica de 31 de Outubro, conhecida internacionalmente como a Noite das Bruxas, faz-se em Cidões a queima do canhoto, uma metáfora para a morte do diabo. Um culto pagão ancestral, repetido em diversos formatos por toda a europa, que serviu de inspiração ao Halloween americano (e não o contrário, como muita gente pensa).

Ler mais aqui.

Um comentário sobre “5 estranhas tradições portuguesas que provavelmente desconhecias

Deixar um comentário...